Passar para o conteúdo principal

God Mode (ep.01)

dmstfctn

Edigma Semibreve Award winner

Criada pelo duo dmstfctn, GOD MODE (ep.1) é uma instalação interativa que explora a utilização da simulação em machine learning. Anteriormente apresentada como espetáculo audiovisual e mostrada no festival pela primeira vez enquanto peça interativa autónoma, esta instalação consiste numa simulação de 30 minutos executada em tempo real num motor de jogo. A simulação retrata um treino de Inteligência Artificial (IA) com o intuito de reconhecer artigos num supermercado em 3D, na esperança de conseguir trabalhar num supermercado real sem caixas de atendimento. Durante este treino, a IA emite um monólogo, fictício, que a deixa frustrada com a dificuldade do treino — até encontrar um erro que lhe permita se safar. A simulação possibilita que o público interaja através do telemóvel para ajudar a IA a treinar e escapar.

GOD MODE (ep.1) explora a utilização crescente de simulações de cenários do “mundo real” para treinar sistemas de visão computacional. Ao realizar uma interação com o público, a instalação pretende revelar as características e limitações do sistema mais amplo em torno do que pode ser tipicamente considerado como “Inteligência Artificial”. O trabalho visa criar um espaço imersivo para explorar e criticar as tecnologias de treino de IA, como a simulação, misturando a jogabilidade cooperativa e a entrega ficcional cómica da personagem de IA. O público é conduzido de um ambiente humano relacionável — o supermercado — para um ambiente de máquina desconhecido, cheio de bugs e trapaças, e incentivado a considerar o papel da automação em grande escala e da IA nas atividades quotidianas, relacionando um processo técnico complexo com ambientes reconhecíveis.

Este trabalho foi apoiado pelo Serpentine Arts Technologies e Alan Turing Institute, e esteve em digressão no Unsound Festival, Impakt Festival, Serpentine e HQI London.

dmstfcn é um duo de artistas sediados em Londres que trabalha com performance audiovisual, jogos e instalações vídeo. O trabalho que desenvolvem investiga sistemas complexos, focando-se mais recentemente na relação entre simulação, aprendizagem de máquinas e folclore de IA. Desde 2018, dmstfctn tem-se apresentado e exibido trabalho em locais como o Berghain e Onassis, e em festivais como o Unsound, CTM ou transmediale.

Edigma Semibreve Award winner